Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Acordo todos os dias!

Acordo todos os dias! Despenteada mas sempre gira. Sorriso na cara, boa disposição e lá vamos nós... que a vida não espera! Pronto e agora.... também no Instagram 😁

Acordo todos os dias!

Acordo todos os dias! Despenteada mas sempre gira. Sorriso na cara, boa disposição e lá vamos nós... que a vida não espera! Pronto e agora.... também no Instagram 😁

O Natal é… hipocrisia!

Dezembro 14, 2023

O título, por si, já diz tudo e deixará alguns à beira de um ataque de nervos… se assim for, para e não leias mais! Vai-te meter nas filas de trânsito para o shopping!

A minha afinidade com o Natal tem vindo a diminuir e este ano está a roçar o zero.

Tirei o pinheiro dos arrumos, com o resto da tralhada alusiva à época, e toca a montar o estenderete por causa dos miúdos. Fizeram quase tudo, só montei o pinheiro. 

Longe vai o tempo em que o pinheiro era natural… ia com o meu avô buscar o pinheirinho mais farfalhudo e no fim da época aquele voltava para o pinhal ou acabava por secar e ir parar à lareira. Cheirava a musgo, a lareira e àquele friozinho especial que rodeava as férias na aldeia. A minha avó fingia-se de zangada com a casa suja de agulhas de pinheiro e alguma resina, tudo normal numa árvore acabadinha de trazer. Sei que fazia aquele “choradinho”, mas adorava a algazarra que se vivia lá em casa… alguns da família dirão o contrário, mas eu conhecia aquela mulher como ninguém.

Essa magia começou a desaparecer em 2013…2019…2021. Estamos em 2023 e nada faz prever que regresse!  Pelos miúdos ainda mantenho alguma sanidade mental!

Não entendo as filas para o shopping nem a azáfama o do consumismo… estou nos antípodas.

Pareço o Grinch! Se calhar, mas não sou verde!

Nesta época quase tudo se lembra da família, até dos primos que apenas se lhe põe a vista em cima de 4 em 4 ano, qual bissexto! Ou da vizinha do R/C Esq. Gasta-se dinheiro em porcarias que não importam nem ao Menino Jesus. Fazem-se os telefonemas anuais “Olá, então está tudo bem? Como vai essa saúdinha? Olha, vê se apareces! (mas a pensar, não te esforces)”… e umas quantas mais frases feitas que se apagam da memória assim que se desliga o telefone. Desapareceram os postais de Natal, agora é por sms ou, mais moderno ainda, por Whatsapp, Facebook, Instagram ou coisa que lhes valha.

E pergunto… e o resto do ano? Onde estão estas pessoas tão ciosas do Natal? Só aparecem nesta época e apenas as horas que dura a Consoada? Hipócritas… que dão palmadinhas nas costas.

Pois é, prefiro ser chamada de anti-social do que fazer frete!

15 comentários

Comentar post

Pág. 1/2

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2024
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2023
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub