Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Acordo todos os dias!

Acordo todos os dias! Despenteada mas sempre gira. Sorriso na cara, boa disposição e lá vamos nós... que a vida não espera! Pronto e agora.... também no Instagram 😁

Acordo todos os dias!

Acordo todos os dias! Despenteada mas sempre gira. Sorriso na cara, boa disposição e lá vamos nós... que a vida não espera! Pronto e agora.... também no Instagram 😁

Aiii, as férias!

Agosto 08, 2022

 

Mas que belas férias.... agora preciso de férias sem filhos   (era bom!)

As mães não tiram férias, é impossível, esta condição, de facto, não nos calha na rifa. Estamos sempre alerta, 24/7 sem interrupção. É cansativo, mas o sorriso dos miúdos rapidamente suplanta a vontade que às vezes tenho de os esganar! Qual a mãe que nunca teve esta vontade... é a bipolaridade materna que várias vezes já mencionei. 

Fomos de férias para fora do país, a primeira vez depois do divórcio. Estava previsto ter acontecido antes, mas apareceu um bicharoco manhoso que nos fez alterar os planos. Desta vez nada nos impediu e lá fomos nós todos contentes de passaporte na mão, rumo ao aeroporto.

Foi um plano bem engendrado… sabiam que íamos para fora do país, contudo não faziam ideia do sítio! Confesso que a dada altura já estava com pena deles, fartaram-se de insistir e as pistas que lhes dava deixava-os ainda mais baralhados. Só souberam no aeroporto. Primeiro estranha-se e depois entranha-se.

Confesso que inicialmente ia com algum receio, mas a coisa correu bem e eles divertiram-se... procurei manter um equilíbrio entre os passeios culturais e a piscina. Na idade deles é pesado fazer um programa unicamente de bater perna pelas cidades, ficam cansados, chatos e  birrentos, não aproveitam nem deixam aproveitar.

Estiveram expostos a uma realidade completamente diferente, mas adaptaram-se bem. Sempre curiosos em relação a tudo, fizeram imensas perguntas, experimentaram novos sabores e querem voltar para conhecer mais! Nem o calor os deixou ko, já à mãe...

Já estou a programar a próxima

Rock!

Junho 03, 2022

Cresci a ouvir música. 

A minha mãe tinha uma coleção invejável de discos de vinil que eu venerava (agora mais do que nunca). Naquela estante há de tudo... Queen, Dire Straits, Rolling Stones, Abba, Maria Callas, Pavarotti, Jorge Palma, Xutos e Pontapés.... tantos outros! Quando ouço alguns destes nomes vêm memórias que nem sabia ter. A música é um gatilho, neste caso, para boas recordações. 

Os meus filhos crescem a ouvir música. Quando a mais velha começou a olhar para o vinil, o espanto foi de chorar a rir... como é que "aquele prato furado" reproduzia música? E ainda para mais, tinha de ser colocado num sítio esquisito com uma agulha e uma esponja especial para se limpar!!! Aprendeu a cuidar dos discos de vinil com o maior cuidado, são uma herança preciosa, um pedacinho da avó está ali.

À minha mãe muito se deve a alma roqueira dos meus filhos, desde o “Doidas, doidas andas as galinhas” a “Tosca” ou “Another one bites the dust” tudo se cantava e continua a cantar… pronto, já deixamos as galinhas lá atrás!

À custa dos gostos musicais tive um ataque de riso, tudo por causa da minha filha.

Entra no carro toda indignada porque umas colegas a tinham “torturado”…  Alerta máximo na cabeça de mãe!!!

Durou apenas uma fração de segundos… a chamada tortura dá pelo nome de Harry Stiles e Justin Bieber…. Ia cuspindo um rim com a indignação da miúda… A bem a verdade, partilho da opinião dela mas o bom senso da maternidade baixou em mim e lá veio o discurso do respeito pelos gostos de cada um. Olhou para mim e mostrou o seu “olhar 45” – “Mãe, o meu respeito vai até onde o dos outros acaba e ouvir pop foleiro é uma ofensa aos meus ouvidos e cultura musical”… Pimba, toma lá que é para aprenderes! Dona fofa, a roqueira…. E o irmão, de 5 anos, já canta Xutos e Pontapés e Queen…  

Concertos de verão aqui vamos nós!

 

Os meus e os teus são nossos

Maio 09, 2022

Neste momento, há os meus e os teus…

A troca de fraldas e a privação de sono já não me cativam… 

Homem, deixa-te de ideias para dar início à 3.ª Guerra Mundial.

Os meus e os teus são os nossos e tem tudo para florescer.

Aqui ninguém vem tirar lugar ou substituir quem quer que seja… mãe e pai não se substituem e num coração com amor cabe sempre mais gente.

Baú da mãe...

Junho 16, 2021

Neste caso a mãe sou eu 

Com a mudança de casa, a minha filha descobriu uma pérolas que estavam guardadas, já quase nem me lembrava daquilo... uns relógios Swatch que têm seguramente mais de 15 anos.
Aqueles foram ficando para trás... são bem giros e a super fofa anda toda contente e vaidosa a passear o relógios que agora são mais dela que meus... é tramado!

A rapariga está a entrar naquela idade que já vai ao meu armário cuscar o que pode usar, felizmente os sapatos de salto ainda escapam mas no próximo verão posso dizer adeus às minhas sapatilhas e sandálias rasas começou pelos brincos, relógios, já vais às t-shirty S... em suma... a miúda está a crescer a olhos vistos e nem pede licença... e eu cheia de orgulho como mãe babadérrima que sou 

 

IMG_5737.jpg

 

"Assim estás melhor"

Junho 11, 2021

O processo de divórcio é do caraças. Quando há filhos ainda é mais doloroso. 

No meu caso foi e anda tive de lidar com o processo de partilhas... adiante, já tá. 

Lembro-me bem do dia em que foi dito aos miúdos que os pais se iam divorciar, foi um abrir de chão para eles e para mim como mulher e, naquele preciso momento, como mãe de duas crianças verdadeiramente fora de série. 

Foi um processo muito duro e nem sempre fui capaz de esconder deles os olhos inchados de tanto chorar e de não dormir e a magreza quase extrema! 

Já passou, já passou... (perdoem-me o momento Frozen lolololol)

Muitas vezes pensei em desistir  mas depois olhava para eles e as forças vinham sabe-se lá de onde. 

A fazer 3 anos desde que aquele mundo começou a ruir. 

Eu não ruí, saí reforçada e empoderada.

Quando, do alto dos seus 10 anos, a minha fofa de me diz "mãe, estás melhor assim, feliz e sem o pai", tenho a certeza que tomei as decisões certas e que estou no bom caminho a educar a minha filha para ser uma mulher cada vez mais especial. 

 

My children are my stalkers 😊

Julho 16, 2019

A maternidade é um espetáculo e os filhos são o melhor do mundo 

Sou uma mãe babada de duas crianças fabulosas e mimadas (mea culpa, ahahahahah), adoro beijoca-los, abraça-los, dar milhentos mimos para ficarem com o cofre-mimo a abarrotar).

Esta semana estão comigo e não posso dar um passo sem que pelo menos um deles venha atrás de mim! Para verem como está a coisa… até a lavar os dentes tenho companhia.

Ainda esta manhã… os dois na casa de banho comigo!

Ambos de opinião que eu devia ficar com eles, já que estão de férias! O mais novo é mais radical... "mamã, não te deixo ir trabalhar!", lá o convenci (acho eu) que tinha de ir trabalhar para ganhar dinheiro para comprar comida. Na verdade também me estava a convencer a mim  porque apetecia mesmo era ir olhar o pé (vá, e resto do corpo) na água fresquinha do mar no norte de Portugal (hei-de fazer uma publicação sobre a temperatura da água, ahahahah). 

São os meus perseguidores únicos e favoritos 😊

Final de ano letivo

Julho 03, 2019

Chegamos ao fim de mais um ano letivo!

Já cheira a férias e os miúdos andam mais soltos.

Num ano que se revelou menos fácil, um agradecimento especial a quem acompanha os meus filhos na escola 😊 uma equipa fora de série, uma família que os acarinha, um porto seguro para ambos.

É de louvar o trabalho que desenvolvem diariamente na educação dos miúdos que crescem intelectual e afetivamente sempre sob olhar atento.

Com o contributo destas pessoas fenomenais os meus filhos são crianças mais felizes, bem estruturadas e seguras.

Nestas idades-esponja tudo é captado com mais intensidade e uma boa professora é essencial 😊 tenho a sorte de os meus filhos, ao longo dos anos, terem professoras que nem eu nem eles esqueceremos.

 

De coração cheio

Abril 22, 2019

Foram uns dias intensos, cheios de alegria 😁
Ver os miúdos a brincar ao ar livre, a correr, a andar de bicicleta... até fizemos bolos, acendeu-se o forno a lenha e toca a meter as mãos na massa!
Com eles revivi um bocadinho a minha infância 😊 ver a interação deles com a avó e os meus padrinhos deixa-me, de facto, de coração cheio.
O meu padrinho é um homem com um feitio fechado mas os acontecimentos dos últimos anos não deixam dúvidas que tem um coração gigante onde cabemos todos. E tem sempre uma palavra certa quando estamos a precisar. As minhas madrinhas... uma é um vendaval e a outra a calma, ou não ahahahahahah. Adoro as duas e nunca me falharam.
Se há coisa que nunca faltou aqui foi amor, nem a mim nem aos meus filhos.
Os próximos estão mais próximos que nunca, até mesmo aqueles que parece que estão mais distantes.

Ah... muito importante... a partir deste fim-de-semana só me falta aprender a manusear a motosserra! 😁😁😁😁😁

 

Os filhos foram de férias

Abril 06, 2019

Os filhos foram de férias, a mãe está de folga. Dito assim soa muito mal... mas deixem-se de tretas! As mães merece tempo para elas. Vou estar a trabalhar e por eles não estarem se calhar até vou passar mais horas a trabalhar ou não 😜 

Há que aproveitar para me mimar, para me dedicar a mim, para passear, por a leitura em dia, sair e aproveitar a vida. 

O não ter o compromisso de ser o “Uber Mãe”, “Mãe Masterchef” e outros vai saber bem por uns dias. 

As saudades são às toneladas, mas todos os dias falo com eles. Até falava mais que uma vez mas ainda me acusam de ser chata e de não dar espaço! 😛😛😛 sou mãe galinha e sê-lo-ei sempre 😃 azarico para quem não gosta! 

Importa saber que estão bem e sei que a presença deles também faz bem onde estão 😊

Filhos

Março 28, 2019

filhos.jpg

Passamos horas a olhar para eles e por eles.

Passamos horas infinitas acordadas por eles e nunca mais recuperamos aquele precioso sono que tanta falta nos faz. Que importa se no dia seguinte temos de trabalhar. As olheiras já fazem parte do look materno.

Arrumamos as tralhas que deixam espalhadas pelo chão, dobramos/arrumamos roupa, organizamos mochilas para a escola e para as atividades extracurriculares, planeamos refeições de acordo com a ementa da escola.

Lemos a história antes de dormir, muitas vezes a fazer um esforço descomunal para não adormecer antes deles.

Fazemos os trabalhos de casa com eles, reaprendemos e aprendemos com eles todos os dias, relembramos conceitos esquecidos há imenso anos, estudamos para eles e com eles.

Falhamos muitas vezes… muitas mesmo, não somos perfeitas, longe disso, mas aos olhos dos nossos filhos somos o máximo. Mesmo nos dias em que a paciência e a alegria estão no lixo, somos a mulher-maravilha para eles, somos a heroína sem capa que está sempre presente, nem que seja na sombra para os ver voar. Se eles caírem estamos por perto para os apoiar e dar alento para se levantarem.

Fazemos por sair dos empregos a horas para os ir buscar, por forma a não passaram ainda mais tempo na escola, deixando para trás uma pilha de papéis de assuntos para resolver… Procuro não levar trabalho para casa, mas o telemóvel toca várias vezes depois de já ter saído e o email está sempre a funcionar. Muitas são as noites em que depois de eles adormecerem, sento-me a responder a emails…

Organizamos as nossas agendas de acordo com as deles, muitas vezes esquecendo que para além de mães somos mulheres.

Trabalho 24/24 horas, 365 (ou 366) dias por ano , non-stop. A remuneração é o sorriso deles, a alegria contagiante mesmo pelo meio havendo, inevitavelmente, umas birras.

A maternidade não é perfeita… nunca foi nem nunca será, mas os meus filhos são um espetáculo.

 

 

 

Mais sobre mim

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub